Agora estamos bem, diz a Deonisa

As Aldeias de Crianças SOS, atravez do Fortalemento Familiar realiza um programa de desenvolvimento comunitário, no qual muitas crianças são apoiadas e desfrutam sua infância com as suas famílias de origem para evitar o abandono das crianças e mitigar o risco em famílias vulneráveis. Entre muitas famílias, vamos partilhar a história da senhora Deonisa.

 

‟Depois de separar-me do meu companheiro, eu tive que suportar os custos dos meus dois filhos sozinha e estava a espera do outro bebê. Durante à minha gravidez, estava constantemente doente e fui demitida do meu trabalho (trabalhadora doméstica). Eu não tinha nada para dar aos meus filhos, e de vez em quanto os meus vizinhos tiveram que ajudar-me com comida. Para minha surpresa dei à luz a trigémeos! Por não ter o que comer, o meu leite não era suficiente para os bebés. Mas felizmente fui admitida ao programa SOS quando os meus bebês tinham três semanas. Desde então, passei a receber o pacote alimentar, incluindo leite para os bebês durante um ano por causa do meu estado de saúde. Obrigado pelo apoio, meus bebês e eu estamos bem por causa do vosso apoio, diz a Deonisa muito satisfeita.

A reforma da minha mãe

Diz a Gabriela: ‟Ela é minha mãe desde que eu tinha um mês de idade, hoje eu tenho dezoito anos de idade e não acredito que este ano a minha mãe ira para reforma. Mais com muito orgulho posso dizer que tive uma infância maravilhosa e adorável com a minha mãe SOS. Ela é uma mãe amorosa e compreensiva, sempre está disposta a nos ajudar e a cuidar de nós em toda as circunstâncias. Quando penso que brevemente ela ira fico muito triste. Quando estou com ela me sinto segura e confortável. Às vezes, o que me conforta é que mesmo estando na reforma, ela não deixara de ser minha mãe, sempre que puder irei visitá-la ou passar minhas férias com ela.